1_flipiri

A primeira Festa Literária de Pirenópolis ficou na história. Durante três dias, a cidade respirou arte e literatura. Foram encontros, debates, contações de história, oficinas, cinema, dança e, claro, muitas letras!

O autor homenageado foi Ignácio de Loyola Brandão, que em 2008 ganhou o prêmio Jabuti com o livro O Menino que vendia palavras, considerado o livro do ano na categoria ficção.

Também como autores convidados, participaram da Festa: Hermes Bernardi Jr, Jonas Ribeiro.

E da Casa de Autores de Brasília: Alexandre Lobão, Célia Madureira, Clara Rosa, Dad Squarisi, Eduardo Loureiro Jr, João Bosco Bonfim, Lucília Garcez, Marco Coiatelli, Marco Miranda, Marcelo Pio, Raquel Gonçalves, Rosângela Rocha, Tatiana Oliveira e Vera Lúcia Dias.

A coordenação ficou a cargo de Iris Borges da Arco-Iris distribuidora de livros. Ainda na programação: mímica, com Miquéias Paz; teatro, com Graça Veloso; poesia, com Túlio Guimarães; música com a Banda de Couros da cidade e várias outras atividades com artistas e escritores locais.

A cidade acolhedora nos recebeu carinhosamente. Num clima bucólico, com sabor de gelatina da infância, pudemos andar a pé, curtir a deliciosa culinária e a paisagem convidativa dos Pirineus. Foram dias intensos e saborosos em todos os sentidos. Foram dias de muitos encontros e que já deixaram saudade.